Governo do Distrito Federal
Governo do Distrito Federal
12/12/19 às 13h12 - Atualizado em 12/12/19 às 15h20

Homenageadas 11 lideranças do setor produtivo brasiliense

COMPARTILHAR

LUCÍOLA BARBOSA, DA AGÊNCIA BRASÍLIA

 

Um público predominantemente formado por empresários lotou o auditório do Centro Empresarial da Confederação Nacional do Comércio (CNC), na noite desta quarta-feira (11), para acompanhar o Prêmio Sistema Fecomércio. Foram homenageadas 11 lideranças, entre empreendedores de destaque das áreas de cultura, educação, comércio, serviços e turismo.

 

O intuito da premiação, que estreia este ano, é valorizar a memória empresarial da cidade e incentivar os novos empresários, reconhecendo a trajetória e o trabalho de empreendedores e líderes, personalidades que fazem a diferença no DF. O foco são empresários escolhidos em votações realizadas pelos conselhos da Fecomércio, do Sesc e do Senac.

 

Entre os homenageados, estava o governador em exercício Paco Britto, saudado como “um entusiasta e facilitador da interlocução entre iniciativa privada e setor produtivo”. Paco também recebeu o troféu em nome do governador Ibaneis Rocha, que, referenciado como “um grande parceiro do Sistema Fecomércio”, foi premiado por sua contribuição para o desenvolvimento econômico de Brasília.

 

Capital competitiva

 

“É com o coração jubiloso que recebo esta importante homenagem do setor produtivo”, declarou Paco Britto. “Neste ano, a aproximação de nosso governo com o empresariado mostra que estamos no caminho certo. A burocracia e o atraso não têm espaço, pois fomos eleitos para transformar a capital do Brasil em um ambiente seguro e competitivo para o setor produtivo.”

 

Em seu discurso, o governador em exercício também citou várias ações já realizadas neste primeiro ano de mandato. Entre elas, destacou a diminuição da carga tributária, os investimentos de cerca de 18,8 milhões em estímulo à cultura e ao mercado criativo, a concessão de desconto de ICMS para empresas e a recente sanção da lei que cria o alvará para construções residenciais em sete dias. “Investimos um bilhão [de reais] em infraestrutura, além da carteira de projetos, cujo valor ultrapassa cinco bilhões”, ressaltou.

 

Compromisso com o DF

 

Já o presidente da Fecomércio e dos conselhos regionais do Sesc, Senac e Instituto Fecomércio no DF, Francisco Maia, destacou o compromisso da federação com a cidade. “Somos de Brasília”, disse. “Ela nos deu o que temos e a ela retribuímos com amor. Fazemos dos nossos homenageados um símbolo de gratidão por um ano de trabalho que foi muito produtivo em benefício dos setores de comércio, serviços e turismo”.

 

Francisco Maia lembrou que, em 2019, a Fecomércio realizou várias ações “para que Brasília respirasse desenvolvimento”. Como exemplo, citou as câmaras empresariais, criadas para fomentar o debate e o diálogo entre setor produtivo, governo e sociedade civil organizada nas áreas de inovação e tecnologia de informação, tributação e finanças públicas e de economia criativa, entre outras.

 

O prêmio prestou ainda uma homenagem ao fundador e ex-presidente da Fecomércio-DF, o falecido poeta, empresário e jornalista Newton Rossi. A honraria póstuma foi recebida pela viúva dele, Ninon Rossi. “Ele era o amigo dos amigos”, disse Paco Britto. Os convidados também assistiram a um vídeo sobre a premiação e a relevância dos setores de comércio, serviços e turismo.

 

Os agraciados

 

O troféu entregue aos homenageados foi criado pelo escultor e artista plástico mineiro Darlan Rosa, autor de diversas obras expostas em pontos turísticos espalhados por Brasília. Segundo o artista, veio do próprio comércio a inspiração da obra, composta por arcos que remetem à letra C de comércio e aos sentimentos de expansão e congregação.

 

A honraria foi entregue a Sandra Maria Rodrigues, cuja empresa está entre as 200 que mais recolhem ICMS e ISS no DF; Carlos Alberto de Sá, ex-presidente e ex-integrante da diretoria da Associação Brasileira das Agências de Viagens do DF, e Nabil Nazir El Haje, atuante na área de saúde. Também foram premiadas personalidades indicadas pelo Sesc no setor cultural, como o cineasta Vladimir Carvalho, declarado embaixador cultural de Brasília pelo GDF.

 

Na terceira parte da cerimônia, foram contemplados com o prêmio os agraciados na educação – entre eles, o secretário de Desenvolvimento Econômico do DF, Ruy Coutinho, que ajudou a viabilizar a parceria entre a iniciativa privada e o governo, por meio de cursos gratuitos de educação profissional do Senac ofertados à população. Outro a receber a honraria foi o presidente da CNC, José Roberto Tadros.

 

Também participaram da solenidade os secretários de Governo, José Humberto; de Economia, André Clemente, e de Turismo, Vanessa Mendonça; o presidente do BRB, Paulo Henrique Costa; presidentes de sindicatos e federações, diretores da Fecomércio, Senac e Sesc e parlamentares, entre outros convidados e suas famílias. Ao final do evento, os convidados foram presenteados com show dos compositores Oswaldo Montenegro e Renato Teixeira.

Leia também...