Governo do Distrito Federal
Maria da Penha ONLINE Governo do Distrito Federal
15/04/24 às 10h34 - Atualizado em 15/04/24 às 10h34

Dengue: Tenda de acolhimento 24 horas é inaugurada no Gama

 

Mais uma tenda de acolhimento 24 horas para pacientes com suspeita de dengue foi inaugurada nesta sexta-feira (12), no Gama. A segunda estrutura para essa finalidade, das 11 que serão abertas, está localizada no estacionamento do Hospital Regional do Gama (HRG).

 

A vice-governadora Celina Leão esteve na nova tenda de acolhimento do Gama, inaugurada nesta sexta (12) e afirmou que “em nenhum momento o Governo do Distrito Federal ficou de braços cruzados. Aliás, nós ampliamos cada dia mais o atendimento, com ações diversificadas” | Foto: George Gianni / VGDF

 

O espaço funciona como um hospital de campanha e tem capacidade para atender 300 pacientes por dia. A tenda conta com toda a infraestrutura necessária para acolher a população com agilidade, conforto e segurança.

 

Segundo a vice-governadora Celina Leão, as estruturas têm como objetivo garantir o atendimento noturno e evitar sobrecarregar as unidades de pronto atendimento (UPAs) e hospitais, possibilitando que o atendimento seja direcionado para outras especialidades.

 

“Em nenhum momento o Governo do Distrito Federal ficou de braços cruzados. Aliás, nós ampliamos cada dia mais o atendimento, com ações diversificadas”, destaca a vice-governadora. “Queremos fazer aqui no DF um laboratório de pesquisa e de ciência para entender melhor como o vírus está atuando e garantir o melhor atendimento do Brasil.”

 

Segundo ela, o objetivo da instalação é garantir um atendimento “rápido, ágil e específico para a dengue, cada vez melhor, para os cidadãos do Distrito Federal.”

 

As novas instalações são amplas e setorizadas, com consultórios, espaço de triagem, salas de medicação e equipamentos essenciais, incluindo aparelhos de ar-condicionado para a climatização do ambiente. Toldos de revestimento também foram instalados, para garantir a proteção necessária aos pacientes e profissionais de saúde que utilizarão esses espaços.

 

As unidades de atendimento ampliam a assistência aos usuários com suspeita de dengue, reduzindo as chances de ocorrerem complicações e óbitos. Também permitem que os cidadãos infectados tenham um atendimento ágil, célebre e preciso.

 

De acordo a secretária de Saúde, Lucilene Florêncio, a nova tenda do Gama tem localização estratégica na região Sul do Distrito Federal, e vai contribuir para desafogar o sistema de saúde da cidade.

 

“O Gama tem uma rede bastante robusta e agora estamos organizando de tal forma que as nossas unidades básicas de saúde possam encaminhar os casos de dengue para a tenda. Com isso, desafogamos a atenção primária e oferecemos uma saúde de melhor qualidade aos moradores da região Sul, que é Gama e Santa Maria.”

 

Atenção direcionada

 

De acordo com o diretor médico das tendas, Clauber Lourenço, os espaços dispõem de exames de sangue e de diagnóstico rápido com resultados disponíveis em até dez minutos, e os profissionais estão capacitados para atender a todas as faixas etárias. “Temos uma equipe totalmente preparada, que fica 24 horas à disposição da população do Distrito Federal.”

 

Daniel Monteiro, de 47 anos, foi o primeiro paciente a ser atendido no espaço. Ele foi diagnosticado com dengue na última semana e decidiu retornar à unidade de saúde para ter um direcionamento mais adequado sobre o tratamento.

 

“A primeira impressão é a melhor possível. A gente vê tudo organizado, tem uma estrutura e profissionais especializados para atender. A população do Gama necessitava disso. Eu acho que é um ganho muito grande pra comunidade do Gama, receber uma tenda dessa que é especializada, para que as pessoas sejam acolhidas da forma que realmente necessitam”, destaca.

 

Ações de combate à dengue

 

Na última quinta-feira (11), a primeira tenda de acolhimento do novo modelo passou a funcionar no Guará. Outras 11 estruturas com a mesma finalidade serão abertas em diversas regiões do DF. Neste sábado (13), é a vez do Paranoá receber os atendimentos, também no modelo 24h.

 

No total, o DF contará com três unidades de atendimento ininterrupto e outras oito funcionando das 7h às 19h no Plano Piloto, Vicente Pires, Varjão, Taguatinga, Planaltina, Águas Claras, Ceilândia e Samambaia. Com instalações amplas, os espaços funcionam como um hospital de campanha e contam com toda a infraestrutura necessária para acolher a população com conforto e segurança.

 

Desde o início do ano, o DF já conta com nove tendas de hidratação, espalhadas por várias regiões: Sol Nascente, Brazlândia, Ceilândia, Estrutural, Recanto das Emas, Samambaia, Santa Maria, São Sebastião e Sobradinho.

 

Veja onde serão instaladas as novas tendas de acolhimento a pacientes com sintomas de dengue.

 

Com funcionamento 24h

 

→ Guará: em frente à UBS 1
→ Gama: estacionamento do Hospital Regional do Gama (HRG)
→ Paranoá: estacionamento do Hospital da Região Leste (HRL)

 

Com funcionamento diário, das 7h às 19h

 

→ Planaltina: estacionamento do Hospital Regional de Planaltina (HRP)
→ Plano Piloto: estacionamento do Hospital Regional da Asa Norte (Hran)
→ Vicente Pires: estacionamento da UPA
→ Taguatinga: estacionamento do ambulatório do Hospital Regional de Taguatinga (HRT)
→ Águas Claras: estacionamento da UBS 1 do Areal
→ Ceilândia: estacionamento do Hospital Regional de Ceilândia (HRC)
→ Samambaia: estacionamento da UBS 7
→ Varjão: atrás da UBS 1

 

Por: Agência Brasília